Relembrando o massacre de Jonestown e as lições que ficaram 42 anos depois

Em artigo de opinião, Celso Rommel retorna ao ano de 1978 para analisar o fatídico Templo do Povo e o massacre de Jonestown, na Guiana Inglesa, que causou 909 mortes, maior suicídio em massa da história.

O tema remete às barbaridades históricas cometidas em nome de ideologias. 

Confira o artigo completo no blog Nicuri é Côco clicando aqui