Espetáculo “Vovó era preta” narra trajetória de Maria José Lessa, mulher pioneira da Zona do Cacau baiano

Espetáculo “Vovó era preta” narra trajetória de Maria José Lessa, mulher pioneira da Zona do Cacau baiano

Musical é dirigido por Jackson Costa e foi adiado para o dia 29 de abril, com exibição no YouTube do Teatro Gamboa

O espetáculo musical “Vovó era preta: uma luz a seguir” será exibido na próxima quinta-feira (29), às 19h, no Youtube do Teatro Gamboa, com participação colaborativa do público, que pode doar qualquer valor.

O espetáculo narra, pela primeira vez no teatro, a história de Maria José Lessa de Moraes, mulher negra que viveu nos anos 40, no recém-fundado município de Ipiaú, na Zona Cacaueira, e protagonizou uma história marcada por pioneirismos no que tange à questão de gênero e raça. Para assistir ao musical é preciso retirar o ingresso gratuito em: www.teatrogamboaonline.com.br.

A peça é dirigida por Jackson Costa e traz para cena a atriz e cantora baiana Rachel Lessa, neta de Maria José Lessa. Onze canções inéditas serão apresentadas no espetáculo, que reúne diferentes personagens para contar a história de Zezé Lessa, como era carinhosamente conhecida Maria José Lessa, mulher que administrou os negócios da família após a compra das fazendas de cacau, se tornou a primeira coronel da Zona do Cacau Baiano e teve sua trajetória marcada também pela relação com a comunidade, com construção de fábricas, casa assistencial e escola.

“A ideia é unir crônica, música e poesia para contar essa história real, marcada por protagonismo e com apoio de toda sociedade. As músicas vão dos ritmos nordestinos aos africanos, como uma ponte entre a cultura baiana e a ancestralidade africana”, explica Rachel Lessa, que assina também o roteiro, concepção, direção musical e as composições – com parceiros especiais como Fred Demarca, Pedro Hoisel, Juvino Filho e Léo de Freitas.

Após a exibição do espetáculo, às 20h30, haverá um bate-papo com a equipe, no perfil @vovoerapreta, no Instagram. O roteiro tem revisão de Celeste Barreto, nora de Zezé, que se formou em história, com a monografia “Maria José Lessa, uma mulher à frente do seu tempo”, que serviu como principal fonte histórica para a produção do espetáculo.

O Projeto é desenvolvido através do PRÊMIO FAUZI MARON– Categoria Apresentação – do Edital 01/2020, do Município de Ipiaú/BA, cuja premiação é proveniente dos recursos da Lei 14.017, de 29 de junho de 2020, Lei Aldir Blanc.

Serviço                                                        

Espetáculo “Vovó era Preta”

Dia 29 de abril, às 19h, no YouTube do Teatro Gamboa

Retirada do ingresso em: ww.teatrogamboaonline.com.br