Após cancelar Réveillon, prefeito de Salvador diz que está “empurrando ao máximo” para decidir sobre Carnaval

Foto: Reprodução YouTube

O Carnaval de 2022 voltou a ser pauta nos discursos do prefeito Bruno Reis (DEM).

Após anunciar o cancelamento do Festival Virada nesta segunda-feira (29) durante a entrega do CRAS em Castelo Branco, o gestor afirmou que ainda depende de uma conversa com o governador Rui Costa (PT) para decidir sobre a realização da folia do momo no ano que vem.

Segundo Bruno, a decisão vem sendo empurrada ao máximo para analisar o cenário da pandemia no estado. Atualmente o país vive em alerta com o surgimento da nova variante, Ômicron.

“Como eu já vinha dizendo, estamos empurrando ao máximo para tomar a decisão, esta é uma decisão que não depende sozinho da prefeitura, o governador disse que me procuraria, e estou aguardando a nossa audiência. Espero ter oportunidade para a gente conversar  e tomar decisão em conjunto, com toda segurança e cautela, assim que for possível ser tomada diante de tudo que está acontecendo”.

Na última semana o setor envolvido na festa protestou a favor da realização do Carnaval. Empresários garantem que a cidade tem capacidade de promover a folia com segurança, porém, órgãos de saúde apontam que a festa poderá trazer mais malefícios do que benefícios para a sociedade.

BN