Unicef pede urgência na investigação das mortes de jovens em Paraisópolis

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) fez um pedido, através de nota, para que as mortes do nove jovens em Paraisópolis, em São Paulo, sejam apuradas com urgência. As vítimas tinham idades entre 14 a 23 anos e morreram pisoteados depois que a Polícia Militar entrou no baile na favela da Zona Sul.

De acordo com o portal Uol, a agência ressaltou que, diante das mortes violentas, “centenas de jovens [estão] com medo”.

Na nota a entidade ainda expressou solidariedade “para cada família, amigo e morador de Paraisópolis”. Ao fim, o Unicef garantiu que novas mortes precisam ser evitadas.

BN