Ubaíra: Com falta de água, população vive à beira do desespero

 

 

Moradores de Ubaíra, no Centro Sul da Bahia, estão sofrendo e à beira do desespero por causa de uma crise hídrica que assola a cidade durante o período de estiagem, intensificado nos últimos 30 dias.

Sem água para uso doméstico e consumo, os munícipes organizam um protesto para segunda-feira (18), em frente à sede da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) no município.

“O carro pipa da cidade de Mutuípe está trazendo água para nós, mas é a cidade toda, não dá. Ficamos com pouca água, muitas roupas sujas, sem poder lavar. Eu não tomei café de manhã sem água. Até agora estamos sem água para fazer comida e cuidar das coisas. Estamos sofrendo”, desabafou a dona de casa Helenita Oliveira Santos, a Nita, de 53 anos, ao BNews, na tarde deste sábado (16).

Já Ivone Terezinha, 54, alertou para a necessidade de urgência diante da situação crítica. “O rapaz que vende água mineral falou que não tem, talvez chegue segunda-feira, olha o sofrimento”, disse, contando que a comunidade vem recorrendo à água suja de um córrego para beber.

“Estamos pedindo socorro. Todos nós estamos sujos e com muito calor. A coisa tá feia”, resumiu. As duas mulheres moram na Vila Córrego do Barro.
Nas redes sociais, diversos relatos de moradores da cidade atestam a gravidade da crise que atinge a população.

Um dos vídeos que circulam pelo WhatsApp mostra uma confusão na sede da Embasa, onde populares insinuam um suposto “privilégio aos grandes”. Outra filmagem tem teor informativo, sugerindo falta de limpeza na Barragem do Mucurí.