Trens VLTs batem de frente e deixam 37 feridos em Fortaleza

Duas composições do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) colidiram de frente por volta das 11h45 deste sábado (28), em Fortaleza. O acidente ocorreu nos trilhos sobre o cruzamento da Rua Bartolomeu Gusmão com Avenida Aguanambi. Conforme o G1 apurou, pelo menos 37 pessoas ficaram feridas, sendo duas em estado grave e sete em estado intermediário.

Os maquinistas dos dois VLTs ficaram presos nas ferragens. Os dois funcionários foram retirados do vagão com a ajuda do Corpo de Bombeiros, com ferimentos principalmente nos membros inferiores.

Os feridos foram encaminhados para diversos hospitais e unidades de Fortaleza, como o Instituto Dr. José Frota (IJF), Frotinha e Unidades de Pronto Atendimento (Upas).

‘Parecia uma explosão’, disse passageiro
O estudante de enfermagem João Vitor de Sousa, de 20 anos, estava em um dos VLTs e teve a orelha ferida durante a colisão. “Parecia uma explosão. Foi um choque muito forte e todo mundo foi arremessado pra frente. Eu bati a orelha e está cortada aqui, mas teve gente que saiu de colar cervical, imobilizado. Na hora a gente não conseguia abrir as portas e tinha muita poeira. Comecei a me desesperar”, relata.

O estudante disse ainda que, quando conseguiram sair, os passageiros foram orientados pelos bombeiros a se afastarem das composições, já que havia vazamento de combustível e possibilidade de incêndio.

A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) afirma que está dando todo o suporte às vítimas do acidente e vai apurar as causas do acidente.

Voz da Bahia