Sem ambulância, turista idosa vai a hospital de Uber após cair em bueiro em Salvador

Uma turista idosa que teve fratura exposta após cair em um bueiro na Barra, em Salvador, precisou ir para o hospital de Uber porque não havia ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atendê-la.

O caso aconteceu na tarde desta quarta (14). Segundo uma testemunha, a idosa, de Brasília, passava por volta das 15h por uma calçada na Avenida Marques de Leão, quando caiu em um bueiro desativado da antiga Telemar.

“A gente viu a senhora caindo, literalmente sumindo no buraco”, relatou a testemunha. De acordo com ela, sua sócia e pessoas que estavam no local correram imediatamente para retirar a mulher, que aparenta ter por volta de 75 anos, do local.

“Ela foi tirada do buraco e colocada sentada do lado do buraco. Do jeito que ela sentou, ela ficou”, narrou. Com o corte gerado pela queda, o pé da turista, de nome Arethusa, espirrou muito sangue. A coxa dela também ficou muito machucada, segundo a testemunha, que ajudou nos primeiros socorros.

Ela ainda contou que, após chamar o Samu por mais de uma hora – sem sucesso -, duas motos com equipes do serviço chegaram e prestaram os primeiros socorros, como medição da pressão da idosa e passar atadura nos ferimentos. No entanto, sem ambulância, a turista e a filha, que chegou ao local após ter sido acionada pela testemunha, precisaram chamar um Uber para levar a mulher até um hospital na Barra. Na unidade de saúde, constatou-se a fratura exposta e a necessidade de realização de cirurgia. O Bahia Notícias não conseguiu apurar se o procedimento já foi realizado.

Procurada pela reportagem, a assessoria do Samu não respondeu aos questionamentos até a publicação da matéria.

Bahia Notícias