Secretária da Sepromi chega a Ipiaú para discutir políticas de promoção da igualdade racial

Com objetivo de discutir políticas públicas voltadas à igualdade racial e superação do racismo, a Câmara Municipal de Ipiaú sediará na próxima quarta-feira, 17 de novembro, às 16h00, Encontro Pensar Políticas de Promoção da Igualdade Racial, como parte da celebração do Mês da Consciência Negra.

O presidente do legislativo ipiauense, Robson Fernando da Silva Moreira, que acolheu proposta do ILABANTU, recebe a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Governo do Estado da Bahia, socióloga Fabya Reis; membros e integrantes do Núcleo de Tradições de Matrizes Africanas da Polícia Militar do Estado da Bahia (NAFRO PMBA), liderado pelo major Silvio Rosário e Capitã Thais Trindade, para participar do Encontro.

Para o evento, que será coordenado pelo jornalista Walmir Damasceno, presidente do Instituto Latino Americano de Tradições Afro Bantu(ILABANTU) e representante diplomático responsável para Brasil, América Latina e Caribe do Centro Internacional de Civilizações Bantu(CICIBA), foram convidadas lideranças políticas que formam os Municípios do Território Médio Rio das Contas, a exemplo de Maria das Graças Cezar Mendonça, prefeita de Ipiaú e demais prefeitos de municípios vizinhos como Delmar Ribeiro(Aiquara); Ana Clélia Santos Leal(Ibirataia); Marcos Valério Barreto(Itagibá); Patrick Gilberto Rodrigues Lopes(Jitaúna); Jorge Rogério Costa Souza(Apuarema); José Luiz Franco(Barra do Rocha); Vinicius do Vale de Souza(Ubatã); Erlândia Souza Santos, secretaria de educação e cultura de Ipiaú; vice-prefeito e secretário de Industria e Comércio, Cezário Costa; e representantes de instituições como Ministério Público; Ordem dos Advogados do Brasil; ODEERE – Órgão de Educação e Relações Étnicas da Universidade Estadual do Sudoeste; o reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz(UESC), Alessandro Fernandes Santana; membros da Reafro(Relações Étnico-Raciais e Cultura Afro Brasileira na Educação, do Instituto Federal Baiano(Valença); lideranças do Movimento Cultural Povos de Matrizes Africanas de Ilhéus; e representantes da Universidade Federal do Sul da Bahia.

Reunindo gestores de vários setores, o encontro visa discutir interiorização e os rumos das políticas públicas de promoção da igualdade racial empreendidas pela Sepromi e políticas de combate ao racismo e das ações afirmativas. Para Fabya Reis, titular da Sepromi, “o objetivo é promover o diálogo entre os municípios para implementação de ferramentas de políticas de promoção da igualdade racial e também pensar no processo de formação de gestores, possibilitando o acesso a recursos dos governos federal e estadual.

Essa ação possibilita aproximar e orientar gestores, educadores, representantes das diversas e variadas instituições e sociedade civil na luta antirracista”.