Seama de Ipiaú promove curso de coleta de amostragem de solo e estimula Ater Mulher em Ipiaú

Dando continuidade as ações em favor do homem do campo, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do Município de Ipiaú (SEAMA) promoveu, recentemente na região do Bom Sem Farinha, um curso de coleta de amostragem de solo para análise química em laboratório.

O evento, na Fazenda Santo Antônio, se desenvolveu em parceria com a Ceplac e Associação dos Agricultores Familiares Nova Esperança, com o objetivo de dotar os pequenos produtores com esta ferramenta de grande importância para o cultivo do cacau.

Ministrado pelo técnico agrícola Célio Dorotéia, o curso possibilitou aos participantes conhecimento necessário para avaliar a fertilidade do solo e a necessidade nutricional da lavoura. Ao comentar a respeito do curso, o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Poleandro Silva destacou que dentre os principais benefícios que a amostragem e análise de solo podem proporcionar estão o aumento da produtividade por meio da identificação de nutrientes ou fatores químicos do solo que estão limitando o crescimento das plantas, aumento da eficiência do uso de fertilizantes e recomendação de taxas de fertilizantes

ATER MULHER
O projeto ATER Mulher ampliou sua ação no município de Ipiaú ao agregar as agriculturas familiares das associações Volta Esperança e Carlos Marighella. Para que as novas participantes tivessem conhecimento de como funciona o projeto, a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, promoveu um encontro com a técnica de campo Indiana Melo que explicou tratar-se de uma das ações estratégicas da Bahiater, de assessoria técnica, que dá apoio diferenciado ao trabalho e à produção das mulheres rurais. A ATER Mulher busca contemplar 90 produtoras rurais que atuam na agricultura familiar em Ipiaú, estimulando o acesso ao mercado institucional e a formação de cooperativas familiares e outros empreendimentos coletivos.

José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom