Se deixassem microfone aberto, ‘a gente já tava cassado’, diz Adolfo Menezes em áudio vazado

O áudio de um diálogo em que o deputado estadual Adolfo Menezes (PSD) afirma que poderia ser cassado vazou durante sessão remota da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) desta terça-feira (12).

Menezes conversava com outro homem em casa, após votar a favor da proposta que restringe o abono permanência para os servidores estaduais. O diálogo foi transmitido para toda a Bahia por meio da TV AL-BA.

No áudio, Menezes responde se toda a conversa que ele mantinha com outro homem em sua casa em Campo Formoso estava sendo ouvida e gravada pela Assembleia. “Antes não. Porque só abre o som quando passa a palavra [para falar na Assembleia]”, disse.

“Por exemplo, aqui ele já me cortou [o áudio] e está tentando colocar o outro cara, o outro deputado… Senão a gente já estava cassado”, completou Menezes sem perceber que estava com o microfone ligado na sessão remota.

Adolfo Menezes é deputado de base eleitoral instalada em Campo Formoso. A irmã do deputado é prefeita do município. O Bahia Notícias também revelou que o parlamentar empregou o primo no Legislativo com salário de R$ 11 mil (veja aqui).

O medo de ser cassado de Menezes, pode se justificado: o deputado é garantido pelo governador Rui Costa como o próximo presidente da AL-BA.

BN