Salvador: Prefeitura orienta população a evitar banho em praias atingidas por óleo

A Prefeitura de Salvador emitiu uma nota na tarde desta sexta-feira (11) pedindo que a população soteropolitana evite banhos de mar nas praias que apresentaram manchas de petróleo. O material pode ser infeccioso e causar dados à saúde das pessoas. Até o início da tarde, seis locais já haviam sido atingidos: Praia do Flamengo, Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Piatã, Itapuã e Buracão (Rio Vermelho).

Em todo o trecho de atuação, que vai de Ipitanga ao Jardim de Alah, os agentes da Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) estão orientando os banhistas para, caso encontrem alguma mancha de óleo na água ou na areia, evitem tocar o material e informem a situação a um salva-vidas ou através do telefone 156.

Em situações que envolvam animais afetados pelo petróleo, o contato pode ser feito com a Guarda Civil Municipal pelo telefone (71) 3202-5312, ou com a Polícia Ambiental, no número 190, a qualquer hora do dia. O Ibama também poderá ser acionado pelo (71) 3172-1650.

Os agentes da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) também estão de plantão 24h para fazer a limpeza em todas as praias da cidade. O órgão também pode ser acionado pelo número 156. Em caso de reação alérgica no toque ou ingestão do óleo, basta entrar em contato com uma unidade de saúde.

Bahia.ba