Salvador cogita antecipar vacinação de professores para acelerar volta às aulas

A imunização contra a Covid-19 nos trabalhadores da educação em Salvador está prevista para a quarta fase no Plano Municipal de Vacinação. Mas a intenção do prefeito Bruno Reis (DEM) é de adiantar esse público na fila.

O gestor acredita que deste modo as aulas poderão ser retomadas o quanto antes. Salvador está com aulas presenciais suspensas desde o mês de março de 2020.

Durante apresentação da estratégia e estrutura para a vacinação contra Covid-19 em Salvador, nesta terça-feira (12), Bruno Reis afirmou que vem “fazendo um apelo para que trabalhadores da Educação sejam adiantados”.

Segundo o prefeito, apesar da vontade dele, tudo depende do número de vacinas que Salvador vai receber. Cabe ao Ministério da Saúde a aquisição e distribuição de doses do imunizante aos estados e municípios.

“O que vai depender o acionamento de cada uma das fases vai ser o número de doses que Salvador receber”, explicou o democrata ao destacar que caso salvador receba as 570 mil doses necessárias para vacinar o público prioritário, a estrutura montada realizaria a imunização em seis dias. (BN)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *