Roberto Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, recebe voz de prisão durante depoimento na CPI da Covid

O ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Dias foi preso durante depoimento da CPI da Covid. Roberto Dias saiu acompanhado pela polícia legislativa após ser acusado pelo presidente da Comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM), nesta quarta-feira (7).

“São 527 mil mortes. Se eu estiver tendo abuso de autoridade que a autoridade me processe. Ele está preso por prejúrio. Isso que está acontecendo não vai acontecer mais. Todo depoente que achar que pode fazer isso. A sessão está encerrada. Pode levar”, disse Aziz ao confirmar a prisão.

A razão do pedido seria o confronto nas falas e alguns áudios e mensagens encontrados no celular do cabo da Polícia Militar Luis Paulo Dominguetti. Após longa discussão entre os senadores, o presidente da Comissão decidiu por manter a decisão anunciada anteriormente.

“Buscamos negociar com a defesa de Roberto, para trazer dados concretos. A atribuição do presidente, fez uso de sua atribuição para garantir o respeito.

BN