Projeto de recuperação de nascentes vem sendo desenvolvido pela Prefeitura de Ipiaú

Considerando a vital importância da água para o meio ambiente e para a população, a Prefeitura de Ipiaú, através Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente ( SEAMA), em parceria com as associações da Agricultura Familiar, vem desenvolvendo o “Projeto Nascente é Vida” que tem como objetivo mapear e recuperar todos os olhos d’ água existente no município.

Cerca de 18 nascentes ameaçadas de extinção já foram identificadas e mapeadas nas regiões do Braço Pequeno,Cajueiro e Tinguí. As duas primeiras que já se encontram em fase de recuperação ficam na região do Cajueiro. No entorno delas estão sendo plantadas espécies de essenciais florestais nativas, como ipê rosa, pau brasil, moringa e jenipapo.

O reflorestamento coincide com o transcurso da Semana do Meio Ambiente. O titular da SEAMA, Poleandro Silva, informou que o programa se estenderá pelas demais regiões da zona rural de Ipiaú e deverá contar com a parceria de Instituto BioFabrica do Cacau para fornecimento de mudas de arvores a serem plantadas em volta das nascentes mapeadas.

O secretário acredita que com um bom trabalho de reflorestamento até mesmo as nascentes aparentemente extintas poderão ser revitalizadas. Ele ressalta a importância da preservação das fontes que dão origem aos rios e explica que nas últimas décadas, o desmatamento de encostas, das matas ciliares e o uso inadequado dos solos tem contribuído para a diminuição dos volumes e da qualidade da água, um bem natural insubstituível na vida do ser humano.

“O Projeto Nascente é Vida visa aprimorar a sustentabilidade da pequena propriedade e desenvolver um núcleo de pequenos produtores modelo em preservação de nascentes e demais recursos hídricos naturais do nosso município. Dessa forma estabelecerá meios para despertar uma consciência de uso racional da água bem como da preservação dos seus mananciais”, acrescentou o secretário.( José Américo Castro/Dircom Prefeitura de Ipiaú).