PRF barra 10 mil toneladas de excesso de peso em estradas federais que cortam

Reprodução: PRF-BA

De janeiro até esta terça-feira (19), foram retirados de circulação nas estradas federais que cortam a Bahia mais de 10 mil toneladas de excesso de peso. O volume é 80% maior que o apurado em todo o ano de 2020, quando 5,6 mil toneladas foram barradas. As notificações também aumentaram no período. Enquanto em 2020 foram emitidos 725 autos de infração, neste ano foram 1.228, alta de 69%. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia, trafegar com carga acima do permitido aumento o risco de acidentes.

Um das principais causas de veículos tombados na pista é o excesso de peso. Caminhão sobrecarregado tem velocidade reduzida, que compromete a dirigibilidade e dificulta manobras, o que torna maior o perigo de colisões e tombamento de carga.

Ainda segundo a PRF, com objetivo de aumentar os lucros muitas empresas acabam cometendo excesso de peso nos caminhões, inclusive, ajustam as carrocerias para carregar mais mercadorias. A PRF também informou que o excesso de peso diminui em 50% a vida útil das estradas.