Prefeitura de Ipiaú divulga nota de esclarecimento sobre funcionamento do SAMU

foto-samu-materiaA Prefeitura de Ipiaú, por meio da Secretaria de Governo, vem a público, esclarecer sobre o funcionamento e capacitação dos servidores lotados no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Ipiaú (SAMU), a fim de restabelecer a verdade dos fatos.

1. A gestão da prefeita Maria das Graças garantiu a continuidade do serviço do SAMU. Desta forma, ao contrário do divulgado, em nenhum momento, o município ficou sem os serviços de atendimento móvel de urgência;
2. A atual gestão encontrou apenas uma unidade (ambulância) em condições de uso: a de suporte avançado. A única Unidade Básica do município se encontra totalmente sucateada na garagem da Prefeitura, já que, segundo relatos dos servidores efetivos do SAMU, a ambulância quebrou em outubro de 2016, contudo, nenhuma atitude da administração anterior foi adotada, deixando o equipamento abandonado;
3. Buscando soluções emergenciais, a Secretaria de Saúde do município solicitou uma ambulância ao Governo do Estado. O pleito foi prontamente atendido e o veículo já se encontra em pleno funcionamento, suprindo a ausência da Unidade Básica;


4. A situação encontrada no SAMU foi de descaso, sendo que sequer os dados de produtividade do Serviço, referentes ao mês de setembro de 2016, foram informados.
A Prefeitura já foi notificada e busca soluções junto ao Departamento Jurídico para evitar que os recursos financeiros do Ministério da Saúde que sejam suspensos;
5. O estoque encontrado no dia 01 de janeiro de 2017, no almoxarifado do SAMU, era mínimo, sendo que muitos medicamentos essenciais não foram encontrados e outros estavam vencidos há mais de três meses.
6. Atualmente, o SAMU conta com equipe completa, conforme normatiza a legislação vigente, todos com a qualificação exigida. A documentação está à disposição na Prefeitura.
7. Os medicamentos não encontrados foram todos solicitados e liberados pela Secretaria de Saúde do Estado, reabastecendo o estoque do SAMU.

Hoje, o SAMU é tratado com responsabilidade e respeito pela Administração. São muitos desafios, mas a prioridade é manter os serviços funcionando com qualidade.