Polícia prende estudante de medicina que atuava como Médico em Feira de Santana

Policiais civis prenderam, nesta sexta-feira (22), Feira de Santana, no interior da Bahia, um falso médico, de 23 anos. O homem foi indiciado por exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. A polícia informou que o estudante do Curso de Medicina usava o carimbo do padrasto.

O acusado foi autuado em flagrante, sem direito ao pagamento de fiança. Ele passou por exame de corpo de delito e está detido no Complexo Policial de Feira de Santana. A defesa do rapaz nega que ele estivesse atuando como médico, mas a polícia assegura possuir receitas prescritas e assinadas pelo jovem.

De acordo com o coordenador da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), delegado Roberto da Silva Leal, o suspeito estava trabalhando como clínico geral em um hospital da cidade, utilizando o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) de outro profissional de saúde.

No momento da abordagem, o falso médico havia acabado de atender quatro pacientes. “Essas testemunhas foram conduzidas à delegacia, onde foram ouvidas e apresentaram receitas prescritas por ele”, ressaltou Roberto Leal. O nome do acusado não foi divulgado.

Comprovantes de prestação de serviços e prontuários médicos também foram apreendidos com o suspeito. O material foi encaminhado à perícia e o homem está à disposição da Justiça.