Polícia prende em Itabuna suspeitos de participar de ataque ao Banco do Brasil de Iguaí

Na madrugada desta sexta-feira (02), homens fortemente armados e a bordo de quatro automóveis, invadiram a cidade de Iguaí com vestimentas do Exército Brasileiro e explodiram granadas no interior de uma agência do Banco do Brasil, localizada na Praça Juraci Magalhães.

A Polícia Militar foi acionada minutos após as explosões, e confirmaram alguns ataques ao patrimônio. Antes do assalto, os meliantes furaram os pneus das viaturas das polícia Militar e Civil do município, e também permaneceram no entorno das Unidades Policiais de Iguaí, Ibicuí e Nova Canaã para acompanhar a movimentação dos policiais.

Após a consumação, sequestraram dois guardas municipais e os liberaram na saída da cidade.

Tão logo cessaram as invasões, a Polícia Militar realizou o isolamento de todo perímetro onde identificou cápsulas de fuzil de calibres 556 e 12, além, de pistolas. Um veículo Kia Cerato de cor prata, roubado nesta quinta-feira (02), em Ilhéus, foi abandonado na cidade de Iguaí.

Outras Unidades Policiais circunvizinhas foram imediatamente acionadas e deslocadas para os pontos estratégicos realizando bloqueios e barreiras nas principais rotas de fuga. Ao todo, estão na Operação quatro viaturas da Rondesp, cinco da 8ª CIPM, duas da 79ª CIPM, três da Cipe Cacaueira e duas do TOR.

Em um determinado local, os policiais encontraram uma caminhonete Triton L200incendiada. Três dos suspeitos foram localizados pela força-tarefa, a bordo de m Fiat Palio de cor branca.

O trio é todo morador de Itabuna e foi conduzido para a delegacia de Iguaí e apresentados ao DRACO. São eles: Marcos Luan Silva Oliveira, João Victor Ribeiro dos Santos e Devison Tavares Costa. A Polícia Militar segue em buscas intensas para capturar mais suspeitos.

Verdinho