PF faz operação no oeste baiano; fake news envolvendo desembargadores seria o motivo

A investigação que apura a divulgação de fake news sobre desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) culminou em uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira (24). Informações obtidas pelo Bahia Notícias apontam que há mandados sendo cumpridos na casa do advogado Kleber Cardoso de Souza, em Barreiras, e também no escritório dele, com acompanhamento de um representante da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA).

Outro alvo conhecido é o ex-prefeito de Formosa do Rio Preto, Domingos Bispo. Além disso, também há mandados sendo cumpridos em São Paulo, com apoio das Secretarias de Segurança Pública de ambos os estados e também do COE-BA.

Souza e Domingos são apontados como autores e distribuidores das fake news contra desembargadores da corte baiana que estiveram envolvidos em julgamentos de um conflito de terras em Formosa do Rio Preto. A publicação afirmava que os magistrados formaram uma quadrilha e venderam votos no julgamento da questão.

Na época, a publicação circulou em grupos de WhatsApp, gerando desconforto entre os membros do TJ-BA. Em sessões plenárias, o presidente do tribunal, desembargador Gesivaldo Britto, anunciou que medidas foram adotadas para coibir a divulgação das fake news e para identificação dos autores.

BN