Pedidos de recorreção de nota do Enem chegam a 60 mil

As solicitações para a recorreção da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegou a 60 mil na manhã desta segunda-feria (20). De acordo com comunicado com o Ministério da Educação (MEC), houve falha em parte das provas corrigidas. As autoridades informaram que menos de 9 mil candidatos foram prejudicados.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão responsável pela prova, o problema na correção teria foi por erro na identificação dos cartões de resposta dos candidatos e da respectiva cor das provas que fizeram. A falha teria ocorrido na gráfica, a empresa Valid: os arquivos com essas informações foram repassadas ao Inep com divergências. Ou seja, o aluno fez a prova de uma cor, mas a nota foi corrigida como se fosse de outra.

O instituto havia comunicado da primeira vez que o problema teria ocorrido apenas na correção das provas do segundo dia, quando são feitas as avaliações de Ciências da Natureza e Matemática. Mas, segundo o governo, também poderão haver falhas nas provas do primeiro dia, quando os candidatos respondem as questões de Ciências Humanas e Linguagens, além da redação.

Mesmo com a inconsistência, o MEC anunciou que irá manter a data de abertura das inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para esta terça-feira (21).

Bahia.ba