Neto rebate candidatos sobre manter Carnaval em fevereiro: “não faltará gente falando bobagem”

O prefeito ACM Neto (DEM) rebateu e ironizou a fala do candidato a prefeito de Salvador, Sargento Isidório (Avante) e o cordenador da campanha, senador Angelo Coronel (PSD) sobre manter o Carnaval em fevereiro de 2021. Ao ser indagado sobre o assunto, Neto classificou a declaração como absurda e disse que, em época de eleição, o que não falta é gente falando bobagem para sair na mídia.

“Eu vi comentários de candidatos e senadores, etc, que só podem estar completamente desconectados da realidade. Para não polemizar eu sugiro ao candidato e ao senador que questionem, por exemplo, ao governador, que tem uma posição igual a minha, se ele concorda.

É um absurdo. Eu não trouxe ainda nenhuma decisão sobre o Carnaval porque estamos esperando que o tempo passe, e o quadro fique mais claro, esperando o máximo de informações possíveis para tomarmos uma decisão o mais correta e segura”, afirmou, nesta terça (22), durante a entrega da geomanta Marciano Porcino, localizada no bairro de Boa Vista do Lobato.

O prefeito foi enfático e garantiu que “sem vacina não terá Carnaval”. O demista, ainda ironizou à fala de Isidório. “Eu garanto a você que a nossa equipe tem muito mais conhecimento sobre o carnaval do que muitas pessoas que estão ai opinando e falando bobagem”. “Felizmente eu e o governador estamos totalmente sintonizados em relação a isso, compartilhamos de uma visão de elevada preocupação […] olha, agora no debate político eleitoral o que não faltará é gente falando bobagem e querendo tirar uma casquinha pra ver se aparece, se dá mídia”, completou.

Segundo o gestor, cabe a atual prefeitura a decisão sobre as festas populares do próximo ano. “Tem certas coisas que não merecem sequer a nossa atenção e a nossa energia. Se não tiver condições totalmente segura de ter carnaval, não vai ter, pronto, acabou. Essa decisão caberá a nossa gestão. Caberá a mim a decisão se terá ou não o Carnaval, final de ano, as festas populares, eu tomarei a decisão coma mesma responsabilidade, com o mesmo juízo que tenho tido”.