Motoristas fecham vias em Ipirá e Serra Preta em protesto contra Agerba e lei de Bolsonaro

Motoristas de transporte alternativo fecham vias da BA-052, a Estrada do Feijão, na manhã desta quarta-feira (21). Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE-BA), os manifestantes reclamam da atuação da Agerba [Agência que regula transporte nas estradas baianas] e de uma lei sancionada no mês passado pelo presidente Bolsonaro.

Conforme a Lei 13.855, o chamado transporte irregular passa a ser considerado como infração gravíssima. A lei também prevê a perda de sete pontos na carteira de motorista (CNH) e a remoção dos veículos. Na BA-052, onde as manifestações começaram por volta das 6h, os pontos interditados ficam na altura do povoado do Bravo, no município de Serra Preta, e próximo à entrada de Ipirá.

Nos dois casos o bloqueio é total, o que já forma um engarrafamento extenso, como informa a PRE-BA. Policiais rodoviários já estão nos locais e aguardam representantes da Agerba para negociar a saída dos motoristas das vias. Além da BA-052, há também protestos nesta segunda na BR-324, contorno de Mirangaba, próximo ao Posto 2.1/1, mas sem bloqueio total.