Morre piloto do helicóptero da Petrobras que fez pouso forçado na Bahia

Morreu um dos integrantes do helicóptero que fazia o transporte de funcionários da Petrobras e que fez um pouso forçado após uma pane próximo da plataforma de Manati, no Sul da Bahia, na manhã desta quarta-feira (16). A vítima seria o piloto da aeronave.

A aeronave fazia o percurso entre o Aeroporto de Salvador e a plataforma de extração de gás natural, que fica na Baía de Camamu. Segundo a estatal, as causas do acidente ocorrido durante troca de turno serão investigadas.

Segundo a Petrobras, além da vítima fatal, outras 12 pessoas estavam a bordo. A empresa afirmou em nota que essas 12 pessoas foram resgatadas com ferimentos leves e transportadas para receber atendimento médico em Salvador.

A Petrobras lamenta informar que, na manhã desta quarta-feira (16/3), após pouso de emergência no mar de um helicóptero que se deslocava de Salvador para a plataforma de Manati, na Baía de Camamu, na Bahia, um tripulante da aeronave veio a óbito, após resgate por embarcação próxima. Outras 12 pessoas que estavam na aeronave também foram resgatadas com ferimentos leves e levadas para receber atendimento médico em Salvador. Os órgãos competentes já foram comunicados. Uma comissão será formada para apurar as causas do incidente.