Morre aos 56 anos o fotojornalista ipiauense Rogério Ferrari

Faleceu na tarde desta segunda-feira (19) no Hospital Santo Antônio em Salvador,  aos 56 anos, o fotojornalista e antropólogo ipiauense Rogério Ferrari.

Artista engajado em causas sociais, Rogério foi vítima de um tipo raro de câncer.

Trabalhou para importantes veículos de comunicação nacionais, como Revista Veja e Revista Carta Capital e internacionais, como Revista Acción (Argentina) e Periódico El Tiempo (México), assim como para as agências de notícias Prensa Latina (Cuba) e Reuters.

O ipiauense chegou a conceder uma entrevista de alcance nacional na TV ao apresentador Jô Soares

Desde 1986 ele desenvolvia reportagens fotográficas no Brasil e em diversas partes do mundo que contemplam a resistência de povos e movimentos sociais, entre elas: Mães da Praça de Maio; Eco 92; Crise dos Balseiros (Cuba); Intervenção das Forças Armadas no Rio de Janeiro; Mulheres Maias (México-Guatemala); Rebelião Zapatista (México); Refugiados do Curdistão; A Ocupação Israelense na Palestina, esta última recentemente editada no livro “Palestina – A Eloqüência do Sangue”.

A família decidiu pela cremação do corpo que está marcada para acontecer nesta terça-feira (20) na capital baiana.

Ipiaú Online