Ministro autoriza polícia a usar força contra caminhoneiros para liberar rodovias

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) multe e, caso necessário, use a força para liberar as rodovias bloqueadas por caminhoneiros do Comando Nacional do Transporte. Relatório divulgado pela PRF nesta terça-feira (10) aponta bloqueios parciais em 22 trechos de 21 rodovias federais nos estados da Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Tocantins e Ceará.

Segundo O Globo, o ministério avalia a adesão como baixa, mas defende que não pode tolerar “bloqueios e arruaças”. Os manifestantes pedem a deposição da presidente Dilma Rousseff e esperam que, com as manifestações, provoquem o desabastecimento de alguns produtos em  algumas regiões e desestabilizar o governo.

Segundo Cardozo, os caminhoneiros que tentarem impedir o direito de ir e vir serão multados em mais de R$ 1,9 mil. Para ele, os líderes do ato não têm reivindicações, mas uma “pauta política”. Associações ligadas à categoria não apoiam o movimento.

A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) classificou como imoral “qualquer mobilização que se utiliza da boa-fé dos caminhoneiros autônomos para promover o caos no país”

BN