Justiça paraguaia mantém Ronaldinho Gaúcho e irmão na cadeia

A Justiça paraguaia manteve hoje (13) a prisão preventiva de Ronaldo Assis Moreira, o Ronaldinho Gaúcho, e do seu irmão, Roberto Assis.

A defesa entrou com um recurso para liberar o ex-jogador, mas a Câmara de Apelações do país ratificou a decisão do juiz de que havia risco de ele fugir ao Brasil, caso eles fossem soltos antes da conclusão das investigações.

Ronaldinho e seu irmão foram alvo de operação em 4 de março, quando a polícia paraguaia fez uma busca pelos documentos falsificados nos hotéis em Assunção onde os dois estavam hospedados.

Metro 1