Justiça determina prisão de aluno suspeito de matar coordenador dentro de escola em Águas Lindas de Goiás

A Justiça determinou neste sábado (31) a prisão do aluno suspeito de matar um coordenador do Colégio Estadual Machado de Assis, em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, segundo informações do delegado Cleber Martins. Bruno Pires de Oliveira, de 41 anos, foi morto com uma facada, dentro da unidade de ensino.

O homicídio aconteceu na sexta-feira (30). Segundo a Polícia Civil, ao que tudo indica, o aluno do 9º Ano cometeu o crime porque não gostou de ser retirado de um programa esportivo do colégio. O jovem fugiu do local do crime e, até a publicação desta reportagem, não havia sido localizado.

O delegado informou que a prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. Ele explicou que, por enquanto, não pode dar mais informações sobre a decisão judicial.

Morte do coordenador
O crime aconteceu por volta das 12h30 de sexta-feira. “O professor foi atingido por uma facada que perfurou o fígado”, informou a Polícia Civil, por meio de nota.

De acordo com a investigação, o coordenador chegou a ser socorrido e levado para uma unidade de saúde em Águas Lindas de Goiás, de onde foi transferido para um hospital em Ceilândia, no Distrito Federal. Ele morreu na unidade de saúde.

O corpo do professor é velado no cemitério Campo da Esperança de Taguatinga, no Distrito Federal. O enterro aconteceu por volta das 17h.

As aulas estão suspensas na escola, onde foram colocados cartazes e uma faixa preta para comunicar o luto. Colegas de trabalho da vítima e alunos lamentaram o crime.

G1