Jornada Pedagógica marca o início do ano letivo em Ipiaú

A Prefeitura de Ipiaú, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, iniciou na manhã desta quarta-feira, 03, a Jornada Pedagógica 2021. A abertura do evento, às 9 horas, realizado de forma online, foi feita pela coordenadora pedagógica Mencia Bastos Bonfim. Do ato, abrilhantado pela apresentação de solistas do Coral Municipal, participaram o secretário Luís Sergio Alves, a presidente do Conselho Municipal de Educação, Rosemary Santos Almeida e o cientista social Caique Ribeiro Tude que explanou sobre o tema: ” A arte de educar está nas mãos do fazer de cada um”, o qual norteará o enfoque pretendido para a educação no município, na atual gestão.

A Jornada Pedagógica prossegue até sexta-feira com o planejamento do ano letivo nas unidades escolares. As aulas começam na próxima segunda-feira, 8, e serão referentes ao período 2020/2021. Os estudantes que tiverem internet em suas residências continuarão com aulas remotas, enquanto aqueles que não dispõe desse recurso terão assistência na escola. O ensino híbrido se justifica devido a pandemia ocasionada pela Covid-19, que inviabilizou a presença física de professores e estudantes nas escolas.

MENSAGEM DA PREFEITA
Em sua mensagem aos professores, a prefeita Maria das Graças lembrou que durante o ano de 2020, quando foram adotadas as atividades remotas em decorrência da pandemia, a categoria manteve, com todas dificuldades, a educação em funcionamento. A gestora reconheceu que as aulas presenciais interrompidas, deixaram marcas, mas é necessário seguir em frente porque o propósito de educar é bem maior.

Citando o mais célebre educador brasileiro que assegura ser objetivo da escola ensinar o aluno a “ler o mundo” para poder transformá-lo, Maria destacou: “Paulo Freire disse que não se pode falar em educação sem falar de amor”. Ao concluir sua fala a gestora assegurou: “É amor que eu desejo a todos vocês neste ano de 2021.Que sejamos amor para transformar, para educar e para trocar com toda a comunidade educacional. ”

AÇÃO COMPLETA
O secretário, Luís Sergio Alves, da Educação e Cultura, fez uma mensuração especial a todos os profissionais que estão em suas unidades escolares buscando caminhos para tornar a educação mais humanizada e observou: “Se não existissem professores a vida não seria tão cheia de brilho e de graça”. Em seguida convidou as pessoas a pensarem no ato de educar como uma ação completa e humana.

Professor Léo, como é mais conhecido o secretário, conclamou a todos caminharem de mãos dadas e ressaltou: “Se o que fizemos ontem foi importante, imagine o que nós poderemos fazer a partir de agora. Nós estamos aqui vivos e se estamos vivos é porque a vida está nos proporcionando momentos de ser diferentes”.

DIREITO SOCIAL
Por sua vez, o palestrante Caique Tude disse da necessidade de o professor está sempre se reinventando e entendendo a educação como um direito social, o que abrange outros direitos, pois enquanto princípio pedagógico deve acompanhar o desenvolvimento da sociedade moderna.

O palestrante disse ainda que se faz educação dialogando e buscando sempre a afetividade, o amor, para emancipar o indivíduo e torná-lo cidadão, consciente de que quer mudar a realidade. ”Assim a gente consegue fazer uma educação de qualidade e, tomando o tema da jornada, cabe a cada um fazer esse processo”, concluiu Tude.

José Américo Castro
Prefeitura de Ipiaú/Dircom