Itagibá: Vereador Saulo denuncia alto salário de advogado e lembra realização da Operação Carcará no município

Em contato com o programa Jornal da Nova, o vereador Saulo Carteiro (PCdoB), da cidade de Itagibá, citou o desenrolar da Operação Carcará da Polícia Federal na qual o Ministério Público bloqueou os bens dos acusados ( com objetivo de reaver aos cofres públicos a quantia de cinco milhões de reais ) incluindo o prefeito Gilson Fonseca, dois secretários e dois servidores públicos.

Na oportunidade ele denunciou o que considera “estranhas regalias” destinadas ao advogado procurador jurídico da prefeitura que seria responsável pela defesa dos réus na referida operação da Polícia Federal.

“Esse advogado já recebia 6 mil de reais de salário e agora o prefeito publica decreto com aumento no salário da ordem de cinquenta por cento, passando a ganhar cerca de dez mil por mês, o segundo maior salário pago pelo setor público do município”, disse.

O edil afirmou que deverá protocolar suas denúncias na Câmara de Itagibá semana que vem para que seus colegas de bancada possam ter total conhecimento dos fatos.

Ipiaú Online