Itabuna: Vigilância Sanitária apreende 267 barras de requeijão com prazo de validade vencido

 

Fiscais da Divisão de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde de Itabuna apreenderam, na tarde desta quinta-feira (15), 267 barras de requeijão de 500 gramas sem rotulagem, fora do prazo de validade e sem identificação que estavam sendo vendidos em dois pontos da área central de Itabuna. A fiscalização foi chamada pela Polícia Militar.

Os responsáveis pela comercialização ilegal do produto lácteo impróprio para o consumo humano haviam estabelecido dois pontos de venda: na Praça Olinto Leone e na Avenida do Cinquentenário, no cruzamento com a Rua Adolfo Maron. Para dissimular e não chamar a atenção da fiscalização municipal as barras de requeijão estão acondicionadas no interior da caçamba de veículos sob lonas.

A delação ajuda a explicar como foi formado o esquema que envolvia pagamento de propinas para obtenção de decisões judiciais favoráveis na disputa de mais de 300 mil hectares de terras no oeste baiano. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), mãe e filho negociaram propinas de R$ 4 milhões, mas receberam R$ 2,4 mi efetivamente.

A mercadoria foi apreendida pela Divisão de Vigilância Sanitária, que lavrou termo para a emissão de multa. Houve o recolhimento de toda a carga para sua inutilização no aterro sanitário certificado na rodovia BR-415, trecho Ilhéus – Itabuna.

PRAZO DE VALIDADE VENCIDA

Segundo a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Maristella Antunes, a população deve ficar atenta à rotulagem, procedência e prazo de validade de produtos alimentícios pelos riscos à saúde. Ela lembra que produtos fora do prazo podem causar infecções intestinais, dentre outros agravos, principalmente produtos derivados do leite.

As pessoas flagradas com as barras de requeijão foram levadas ao Plantão da Polícia Civil no Complexo Policial de Itabuna para que sejam aplicadas medidas legais, inclusive com abertura de inquérito policial. A princípio, elas informaram que a mercadoria era proveniente de um laticínio no Distrito de Humildes, em Feira de Santana.

Pimenta