Ipiaú: Representante da OAB explica porque Justiça do Trabalho pode parar

advogado

Comentando a respeito dos cortes orçamentários realizados pelo governo da presidente Dilma na Justiça do Trabalho em nível Brasil, da ordem de 35%, o advogado Rogério Pereira, presidente da comissão de prerrogativas OAB-Subseção de Ipiaú consultor juridico em Itagibá e procurador juridico em Barra do Rocha, demonstrou preocupação com a possibilidade de paralisação temporária do órgão em Ipiaú.

“Estamos correndo o risco de que a Justiça Trabalhista, que funciona há mais de cinquenta anos na cidade abrangendo quinze municípios, seja paralisada a partir deste mês até o final do ano. Não só em Ipiaú, mas em todas as cidades. O funcionamento desse órgão é importantíssimo para a solução das contendas entre patrão e empregado”, disse.

Conforme o advogado, a falta de recursos para investimentos tem gerado uma situação insustentável, o que leva a OAB a fazer um pedido de suplementação orçamentária (proposta que enfrenta resistência no Governo Federal ) para que os serviços sejam mantidos até a definição de um novo orçamento. Caso contrário, o órgão deverá permanecer fechado em Ipiaú e em toda a Bahia até o final do ano.

Manifestando-se contra a situação, a OAB estará promovendo uma manifestação a partir das 9hs desta segunda feira (11) em frente à sede do órgão, situado à Avenida Benedito Lessa, fazendo coro ao movimento que acontece na mesma data em todo o estado.

A entidade está convocando toda a comunidade local para participar do movimento.

Ipiaú on Line