Ipiaú: Reeleita, Maria relembra ofensas e cita perseguição na campanha política

Participando do programa Jornal da Nova, a prefeita reeleita de Ipiaú, Maria das Graças (PP), falou em público pela primeira vez após o resultado das eleições a respeito da campanha eleitoral e cogitou a possibilidade de que tenha sido discriminada com ofensas por adversários simplesmente por ser mulher:

“Foi uma campanha muito feia. Fui perseguida com ofensas. Será que foi uma discriminação por que sou mulher?”, questionou.

Maria também citou uma pesquisa eleitoral divulgada na antevéspera da eleição que induziu muita gente em Ipiaú a acreditar que o cenário eleitoral estaria indefinido, o que resultou em apostas financeiras perdidas e muita desilusão.

“A  grande pesquisa que nós vimos foi de casa em casa o povo com os dois dedinhos para cima apontando o onze. Foi uma campanha olho no olho”, disse.

A prefeita chegou a relatar o caso de uma criança que queria doar o dinheiro do seu cofrinho para ajudar na campanha.

Por sua vez, o vice prefeito eleito, Cezário Costa (PSD)  falou da sua alegria em participar da campanha vitoriosa de Maria: “Me senti muito feliz de estar ao lado da prefeita nessa caminhada. Foi uma campanha simples e sem se jogar dinheiro fora. Disseram que iriam fazer obras faraônicas sem que o município tivesse recursos para fazer esses investimentos”, comentou.

Bastante saudada pelos ouvintes que interagiam ao vivo durante a entrevista, Maria das Graças também falou do compromisso de fazer uma gestão melhor do que a primeira e governar para todos em seu segundo mandato, seguidores e adversários políticos.

Ipiaú Online