Ipiaú: Por uma investigação séria sobre a destinação dos recursos do parque da cidade

Esta semana no Jornal da Nova estivemos ouvindo o ex-prefeito José Mendonça convocar as lideranças da cidade para uma luta no sentido de ajudar a prefeita Maria a dar continuidade e concluir a obra do saudoso parque da cidade, que chegou a ser iniciado entre a Avenida Benedito Lessa e o rio Água Branca.

Na época da construção muito criticado, o parque hoje é muito necessário visto que Ipiaú praticamente não tem área adequada para realização de festas de largo e ainda é muito carente em locais para a prática da atividade física e eventos culturais abertos ao público (confira no vídeo abaixo a maquete em 3D do projeto).

Se o parque estivesse funcionando, seria certamente um fator turístico para a cidade visto que atrairia visitantes, contribuindo para gerar renda no município.

O projeto original do prefeito José Mendonça foi baseado em recursos que podem chegar a 10 milhões de reais que chegaram a ser liberados pelo Governo Federal.

Há alguns anos, o hoje vereador Robson Moreira iniciou uma série de investigações por conta própria para buscar a destinação desse recurso.  Até hoje,  passados mais de dez anos da paralisação do projeto, não foram prestadas contas para a população sobre o que foi feito desta montanha de recursos.

Certamente a maior obra que Ipiau já recebeu precisa de uma explicação sobre o motivo real da sua paralisação e para onde foi o dinheiro. Fica a sugestão: uma comissão de inquérito a ser criada na Câmara Municipal para debater o assunto seria de grande interesse da comunidade.

Ipiaú Online / Celso Rommel