Ipiaú: Polícia Civil elucida dois homicídios, dois atentados e cumpre mandados de prisão

A Polícia Civil de Ipiaú deflagrou uma operação intitulada de Sexto Mandamento, na qual elucidou crimes e cumpriu mandados de prisão.

O nome da operação faz alusão a um dos mandamentos de Deus, que proíbe o homicídio. A Bíblia diz em Êxodo 20:13 “Não matarás”.

“Esse é um mandamento que honra a vida que Deus nos dá. Ele, como o Doador da existência, afirma que ninguém tem o direito de destruí-la. Infelizmente, a geração de jovens não tem Deus no coração, e vem cometendo verdadeiras atrocidades contra seus “pseudos” inimigos, em virtude de uma guerra pelo tráfico de drogas”, comentou o coordenador da operação, delegado Rodrigo Fernando.

Dois homicídios e duas tentativas de homicídio foram elucidados pela equipe de Polícia  Civil, todos ocorridos no ano passado.

Na area rural situada em frente ao antigo colégio CETAN, na saída para Ibirataia ocorreu em 2020 o homicídio do jovem Bruno de Jesus Batista (25) e uma tentativa de homicídio contra Adson Caldas de Souza.

A Polícia Civil de Ipiaú tomou conhecimento que um corpo teria sido encontrado por populares, por volta das 9h do sábado, dia 25/07/2020, apresentando sinais de violência, tanto por projéteis de arma de fogo, como por golpes de arma branca, no antebraço, rosto e ao nível da costela.

No mesmo dia, por volta das 9:30hs foi encontrado um homem, Adson Caldas, identificado com o vulgo de “Malhado”, já nas proximidades do Rio Água Branca, baleado nas costas, por disparo de arma de fogo.

Foi acionada a ambulância da SAMU para socorrer o mesmo, que por intermédio dos socorristas, afirmou que teria um corpo no matagal próximo àquela localidade.

Já no dia 26 de julho foi assassinado Gilmar Santos de Andrade, de 45 anos, Givaldo Pereira de Andrade e sofreram tentativa de homicídio seus filhos Marcelo Pereira Andrade, no caminho 24 do bairro ACM.

Na ocasião aproximadamente quatro indivíduos invadiram, na noite do domingo uma residência localizada no Bairro ACM e protagonizaram uma verdadeira cena de filme de terror, tentando matar um integrante da facção oposta, momento em que colocaram uma família no meio do fogo cruzado e acabaram ceifando a vida de um inocente, no caso, um senhor de 45 anos, que morreu no local, atingido por diversos projéteis de arma de fogo.

Os dois filhos da vítima também foram atingidos e socorridos ao hospital, mas conseguiram sobreviver.

A Polícia Civil empreendeu diversas diligências no intuito de elucidar os casos citados acima, conseguiu ouvir várias pessoas e através de auto de reconhecimento, além de analisar o mesmo modus operandi nos dois casos, percebeu-se que se tratava de um mesmo grupo criminoso que praticou os dois crimes.

Mais uma vez, a motivação, conforme o delegado, estaria atrelada ao contexto criminoso envolvendo facções ligadas ao tráfico de drogas.

No primeiro caso, de acordo com as investigações, a vítima tinha envolvimento com tráfico e era responsável pela comercialização de drogas na comunidade da “horta comunitaria”, e por fim, já tinha passagem por tráfico de droga.

Em relação a pessoa de “Malhado”, o mesmo sumiu, não sendo encontrado sequer para ser ouvido sobre a tentativa de homicídio, a qual foi vítima.

Em relação ao homicídio ocorrido no Bairro ACM, os meliantes queriam, na verdade, ceifar a vida do filho da vítima, o mais velho, que foi atingido por projétil de arma de fogo na perna.

Na operação a polícia prendeu dois jovens como acusados de participação nos crimes. Outros três envolvidos permanecem foragidos.

Ipiaú Online / Ascom Polícia Civil