Ipiaú: Polícia aponta envolvimento de três adolescentes na morte de homem na Rua do Campinho ano passado

 

O delegado Rodrigo Fernando apresentou o resultado das investigações nesta segunda-feira

Investigação da Delegacia de Polícia civil de Ipiaú levou a elucidação do assassinato de Denilton Jesus de Oliveira (59), conhecido como “Kiko”. A vítima foi encontrada com as mãos amarradas para trás na Rua do Campinho, número 74, no último dia 7 de dezembro.

Naquele dia, o Plantão Central de Ipiaú foi informado pela Polícia Militar sobre o encontro de um cadáver. A equipe do Plantão Central acionou o Departamento de Polícia técnica e se deslocou ao local, onde foi observado que o corpo estava também com um lenço amarrado no pescoço, os pés amarrados, sem sinal de perfuração no corpo.

As investigações tiveram início com uma linha voltada para um possível latrocínio, já que o dinheiro que a vítima teria em sua casa, segundo a família, não foi encontrado, porém tomaram outra direção.

No horário do crime foram vistos pelo menos dois homens, desconhecidos, com a vítima em sua casa. De de acordo com informações colhidas pela polícia, a vítima era homossexual.

Após diversas diligências, o Setor de Investigações da Polícia Civil de Ipiaú conseguiu identificar um adolescente de 16 anos como sendo um dos autores do crime, o qual após ser interrogado confirmou sua participação, juntamente com outros dois adolescentes.

Um deles, também de 16 anos,  foi localizado pela polícia na manhã dessa segunda-feira (06) e em seu interrogatório teria tenrado negar a participação mas, após a acareação realizada pela Polícia Civil, teria confirmado sua participação esclarecendo todo o contexto criminoso.

O terceiro adolescente envolvido não foi capturado, pois já tinha deixado Ipiaú no último sábado, com destino ao estado de São Paulo.

Os investigadores informam  os que, segundo depoimento dos adolescentes, a vítima teria lhes chamado para manter relações sexuais, com a promessa de gratificá-los financeiramente, o que não se realizou ao final. Em virtude disso, teve início uma discussão que culminou com o homicídio.

De posse das informações, a autoridade policial resolveu apreender os menores, que serão recambiados para Salvador, após autorização judicial.

A Polícia Civil de Ipiaú realizou também pedido de apreensão do terceiro menor envolvido.

Ainda durante as investigações veio à tona a informação de que um dos menores apreendidos foi reconhecido como sendo autor de outro crime por uma vítima de um roubo de uma moto ocorrida no penúltimo dia do ano passado em Ubatã.

A Polícia Civil de Ipiaú, sob a coordenação do delegado Rodrigo Fernando, concluiu as investigações do caso, contabilizando o décimo homicídio solucionado, com autoria definida, dentre os 18 homicídios registrados, em Ipiaú, no ano de 2019.

Ipiaú Online / Ascom Polícia Civil