Ipiaú: Ordem dos Pastores Batistas do Brasil manifesta solidariedade ao pastor Carlos César e fala em “falta de liberdade religiosa”

 

Repercutindo uma série de reportagens realizadas divulgando questão judicial envolvendo o coordenador da 1ª Igreja Batista de Rio Novo, em Ipiaú, pastor Carlos César Januário, a Ordem dos Pastores Batistas do Brasil emitiu mensagem de solidariedade ao religioso com uma nota de repúdio divulgada na manhã deste domingo (21).

O pastor é acusado em ação judicial de ter proferido discurso homofóbico durante pregação em um culto em Ipiaú, tendo se retratado através de um Termo de Ajustamento de Conduta.

Na semana passada, o também pastor Silas Malafaia divulgou um vídeo com grave indignação a respeito do tema e defendendo o presbítero ipiauense.

Confira na íntegra a nota em anexo

Ipiaú Online

NOTA_DE_REPÚDIO_OPBB