Ipiaú: Matança de gatos no centro da cidade é denunciada por moradores

Moradores da Rua Waldomiro Santos,  fundos da Caixa Econômica, no centro de Ipiaú, estão denunciando crime ambiental cometido contra gatos domésticos da rua.

Segundo afirmaram à reportagem do IPIAU ONLINE, uma pessoa teria feito ameaça de envenenamento dos animais, alegando que os gatos teriam deixado marcas de patas em um carro.

Os animais teriam sido atraídos para uma isca com chumbinho em carne moida atirado criminosamente na varanda de uma residência.

A moradora Rívia Fonseca cobrou providência das autoridades em relação ao problema e a punição dos envolvidos.

Casos de envenenamento de animais têm motivado sentenças de prisão pelo país

Considerada foragida, Dalva Lina foi condenada a 12 anos de prisão em São Paulo por matar cães e gatos

Condenada em 2015 a 12 anos de prisão por matar 37 cães e gatos, a dona de casa Dalva Lina da Silva teve, recentemente sua pena aumentada para 17 anos e seis meses de reclusão em decisão de segunda instância da 10ª Câmara de Direito Criminal em São Paulo. .

O caso é considerado emblemático na luta dos direitos dos animais, visto que é a primeira vez que alguém no Brasil é condenado com uma pena tão severa por maltratar cães e gatos.

Na nova decisão da Justiça, Dalva Lina foi condenada a 16 anos e seis meses pela morte dos animais, além de um ano por uso de medicamentos de uso restrito a médicos veterinários. A dona de casa, segundo os autos, executava os bichos com uma injeção no coração.

O crime veio à tona, em 2012, depois que uma ONG contratou um detetive particular para investigar Dalva, que era conhecida por acolher e cuidar de animais. Na época, protetores de animais passaram a desconfiar pela rapidez com que ela dizia arrumar lares para os bichos.

Ipiaú Online / O Globo