Ipiaú: Delegado diz que jovem morto no Arara não tinha envolvimento com o mundo do crime

 


Participando do programa Jornal da Nova, o delegado de Polícia Civil de Ipiaú, Dr. Rodrigo Fernando, comentou a respeito do andamento do inquérito acerca do crime que vitimou o jovem Marcos Vinícius na região do Areão do Arara, em Ipiaú, no último final de semana.

“Já estamos com noventa por cento desse inquérito praticamente pronto mas, por prudência, resolvemos não divulgar até fechar as últimas peças de investigação”, disse. Ainda conforme o policial, o crime teria sido motivado por questão de guerra entre facções criminosas. Essas facções tentam dominar a cidade por uma questão de ordem de seus superiores. Queriam estragar a festa porque ali no Arara é domínio de outra facção. Posso adiantar que não tinham um alvo certo, o rapaz não tinha passagem e não era envolvido com o trafico, se muito fosse era usuário. Ele foi a um local utilizado para uso de drogas e acabou sendo por vítima por estar no lugar errado e na hora errada. Eu visitei a mãe do menino e prometi dar essa satisfação à família, que quer saber o motivo deste crime”

Na mesma entrevista, o delegado afirmou ser contra a liberação das armas no Brasil “Eu não concordo com a liberação indiscriminada de arma de fogo. Nós que representamos o estado sabemos que ao acionar um gatilho toda nossa carreira vai junto com aquela munição. Se um projetil atinge um agressor tudo bem mas se atingir uma vítima inocente? A sociedade brasileira está preparada para a posse de uma arma? A pessoa que tem arma em casa não pensa no fato de uma criança ter acesso a essa arma. é muito mais eficiente tentar melhorar o atendimento da policia o mais rápido possível a uma chamada do que armar a sociedade.”

Ipiaú Online



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *