Ipiaú: Arborização poderia diminuir agonia do calor no verão

Uma cena chamou atenção esta semana em Ipiaú: o vereador licenciado e diretor de desenvolvimento urbano Lucas Louzado, o “Lucas de Vavá”, em pleno sol do meio-dia foi flagrado cuidando com carinho  de uma árvore que plantou na rótula Avenida Benedito Lessa.  A cena evoca a necessidade do plantio de árvores em Ipiaú.

Todos os anos é a mesma coisa: entre final de dezembro e final de março as altas temperaturas agoniam o ipiauense.

A cidade fica situada a cerca de 140 metros do nível do mar e carece enormemente de um projeto de arborização que poderia trazer mais sombra, atenuando os efeitos do sol forte nesta época do ano. Na Praça Rui Barbosa árvores frondosas foram retiradas por ocasião de uma reforma no governo passado, agravando ainda mais a situação.

Uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), em Piracicaba (SP), mostra que quanto mais uma área urbana é arborizada menor é a sensação de calor registrada.

A pesquisa ainda mostra que para um bairro ter uma temperatura agradável o ideal é que 20% da área dele seja arborizada.

Todo o centro de Ipiaú carece de árvores.  É bem verdade que as calçadas são estreitas e um possível projeto de arborização precisaria de acompanhamento de um especialista para encontrar uma alternativa mas, enquanto isso, o sofrimento de comerciários em lojas sem ar-condicionado é notável dia após dia nesse verão.

Ipiaú Online / Celso Rommel



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *