Ipiaú: Após proposta da prefeitura, professores decidem pelo retorno das aulas presenciais

Após proposta da prefeitura, a categoria de profissionais da educação e suas representações (APLB e SIMIP) decidiram pelo retorno presencial das aulas nesta quarta-feira (02).

A proposta aceita pela categoria foi a seguinte:

Todas as unidades escolares serão vistoriadas pela vigilância sanitária por um período de 15 dias e, após esse período, no dia 27/09/2021 a secretária de saúde irá apresentar para toda a comunidade escolar o resultado dessa inspeção;

Até o dia 01 de outubro as sete escolas indicadas pela APLB Sindicato sem condições de retorno irão ser adequadas aos protocolos de biossegurança;

Até o início do ano letivo de 2022 todas as unidades irão sofrer reformas.

Será formada uma comissão, com a representação de cada unidade escolar, eleita pela comunidade escolar até o dia 20/09/2021 para reformulação do protocolo pedagógico.

Foram contratados 130 estagiários para educação infantil;

Foi contratado pessoal de apoio para funcionamento das escolas.

Em nota divulgada às imprensa, a APLB Sindicato de Ipiaú reafirmou seu compromisso com a categoria de continuar as visitas nas unidades escolares para garantir o cumprimento dos protocolos de segurança sanitária.

Ipiaú Online