Ipiaú: APLB decreta estado de greve e reivindica pagamento de retroativos

Em contato com o programa Jornal da Nova, a coordenadora da APLB regional de Ipiaú, professora Gildete, anunciou situação de estado de greve da categoria. A paralisação, conforme afirmou, se dá por conta de reivindicação da classe em relação a pagamento de aumento retroativo salarial de 7,1% referente ao ano 2018.

Uma comissão foi criada para estabelecer uma calendário de mobilizações visando chamar a atenção da comunidade para o problema. O estado de greve ainda não significa paralisação mas a greve de fato pode acontecer caso não seja atingido um acordo duradouro entre as partes.

Ipiaú Online