“Governo muda nome das escolas para tentar esconder a tragédia que é a Educação na Bahia”, diz Sandro Régis

Líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado estadual Sandro Régis (Democratas) criticou, nesta quinta-feira (24), a decisão do governo do estado de alterar o nome de escolas que homenageiam o ex-senador ACM e o ex-deputado federal Luís Eduardo Magalhães.

“O governo muda o nome das escolas para tentar esconder a tragédia que é a Educação da Bahia. Passa a sensação de que o governo esconde os problemas reais da educação, que vão desde o sucateamento e fechamento das escolas até a desvalorização profissional, e troca nome de escola, como se isso fosse melhorar a qualidade do ensino. É lamentável a falta espírito de grandeza no governo estadual”, disse o parlamentar democrata.

Régis ressaltou ainda que a administração estadual deveria se preocupar em melhorar os índices da Educação no estado. Lembrou que, mais uma vez, a Bahia não atingiu a meta do Ideb para o ensino médio em 2019, que era de 4,5 e obteve apenas 3,5. O Ideb do estado no ensino médio ficou mais uma vez entre os piores do Brasil – o terceiro pior no país e o último no Nordeste.

“O governo tem que se preocupar é em preparar os nossos colégios para o retorno das aulas, montar um plano de aula para os nossos estudantes, que sofreram tanto nessa pandemia, melhorar a qualidade da merenda, e não ficar com atos mesquinhos”, declarou Régis.

Ascom