Fonte Nova e outros sete estádios são investigados por fraude na Copa de 2014

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu um processo administrativo ontem (16) para investigar formação de cartel nas obras de reforma e construção de oito estádios da Copa do Mundo de 2014, que foi sediada pelo Brasil.

A Arena Fonte Nova, em Salvador, é um dos espaços em que há suspeita de fraude. Além dela, são investigados o Nacional Mané Garrincha, em Brasília; Arena Amazônia, em Manaus; Arena Pernambuco, em Recife; Maracanã, no Rio de Janeiro; Mineirão, em Belo Horizonte; Castelão, em Fortaleza, e Arena das Dunas, em Natal.

O Cade afirma que há “indícios robustos” de conluio entre concorrentes de licitações destinadas a obras nos estádios de futebol em questão, cujas estruturas foram construídas ou passaram por reformas para a realização do torneio mundial.

Metro 1