Falta de dipirona afeta todos os estados do país, aponta Conselho

Foto: Christina Victoria Craft/Unsplash/Divulgação
Os estoques de dipirona monoidratada 500mg injetável estão baixos em todo o Brasil, segundo o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Em relatório enviado ao Ministério da Saúde, o Conasems relatou que pelo menos 23 das 27 unidades federativas do país estariam desabastecidas do medicamento.

Além da dipirona injetável, outros remédios como a ocitocina injetável (usada para prevenir o sangramento após o parto de mulheres) e a neostigmina (antimiastênico e estimulante muscular colinérgico) também sofrem com o desabastecimento.

No Rio de Janeiro, o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-RJ) fez um alerta sobre a falta de remédios injetáveis e de soro fisiológico por meio de uma publicação no Instagram. “O drama do desabastecimento de medicamentos voltou a assombrar os gestores de saúde de todo o país”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *