Estudo mostra que crianças têm papel expressivo na transmissão da Covid-19

 

Crianças com Covid-19 têm um papel expressivo na transmissão da doença e podem ser mais contagiosas do que os adultos. A conclusão é de um estudo da Escola Médica da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos (EUA).

De acordo com a CNN Brasil, a pesquisa envolveu a participação de 192 crianças e jovens, com idades entre 0 e 22 anos. Os resultados apontaram que mesmo aqueles que não tiveram sintomas possuíam uma carga viral, nas vias aéreas, maior do que a de adultos internados em estado grave nas UTIs de hospitais. Isso eleva a transmissibilidade do vírus.

O estudo coloca em debate a possibilidade de volta às aulas em meio à pandemia, já que hipóteses anteriores acreditavam que, por ter menos receptores do coronavírus, as crianças teriam uma carga viral menor. No entanto, o novo resultado indica que locais com grandes concentrações de crianças podem gerar focos de contágio.

Na Bahia, o governador Rui Costa já afirmou que não cancelará o ano letivo de 2020, e pretende anunciar a volta às aulas quando a ocupação dos leitos em hospitais estiver menor.

Os pesquisadores alertam para a possibilidade de transmissão da doença para professores e funcionários das escolas, e até para as pessoas que moram com as crianças, que ficariam mais vulneráveis.

BN