Estradas da Bahia têm aumento de 35% nas infrações de não uso do cinto de segurança

Dados divulgados nesta quarta-feira (20), revelam que entre 1° de janeiro a 31 de dezembro de 2020 foram emitidas 15.731 autuações pelo não uso do cinto de segurança nas rodovias federais da Bahia, o que representa um acréscimo de 35% em relação ao ano de 2019, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Do total de autuações, 9.914 motoristas e 5.817 passageiros foram flagrados sem o cinto. A infração considerada grave pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), gera multa no valor de R$195,23 além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O equipamento de segurança é de uso obrigatório em todo território nacional há mais de duas décadas e, quando usado corretamente, evita que o ocupante seja arremessado contra as partes internas do automóvel, contra outros passageiros ou mesmo que seja projetado para fora do veículo. De acordo com a PRF, o uso do equipmaneto pode reduzir em mais de 40% o risco de morte me acidentes de trânsito.

BN