Em momento crítico, número de leitos de UTI custeados pelo governo federal cai mais de 70%

Desde o primeiro pico da pandemia, alcançado em julho de 2020, o número de leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 financiados pelo Ministério da Saúde caiu 71%. Os dados, registrados pelo Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), consideram os leitos existentes até o início de março deste ano, quando o Brasil atingiu recordes de mortes diárias pelo coronavírus.

Os números foram obtidos com base em monitoramento de portarias publicadas no Diário Oficial da União. Eram 11.565 leitos financiados/habilitados pelo governo federal em julho do ano passado, contra 3.372 agora.