Disparada de casos da Covid-19 na Bahia ocorreu após mudança em sistema, diz secretário

O crescimento no número de casos confirmados da Covid-19 na Bahia surpreendeu. Neste fim de semana foi registrado um acréscimo de 12.073 infectados, o número representa aproximadamente 20% de todas as notificações feitas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) entre o início da pandemia e a última sexta-feira (26).

Nesta segunda (29), o secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas, explicou que o aumento ocorreu por causa da atualização de casos que não haviam sido confirmados pelos municípios de origem. Em entrevsita ao Jornal da Manhã, da TV Bahia, ele afirmou que não houve um surto da doença nos últimos dias.

“Muitos municípios notificavam o sistema, mas não fechavam o caso, o que resultava em uma quantidade imensa de casos notificados que nunca eram confirmados. Nós desenvolvemos um sistema que já estávamos trabalhando há um mês que comparava a base de dados do Lacen, dos exames que tinham dado positivo, com a base de dados dos casos notificados. Limpamos grande parte desses casos”, disse.

“Há pouco mais de um mês ocorreu a mesma coisa, houve um aumento súbito de casos confirmados. Agora definimos que passadas 24h dos casos não confirmados, a gente vai começar a confirmar automaticamente, de modo a evitar que eles passem semanas apenas como casos notificados. Isso dá mais transparência. Mas o que mais importa, se formos olhar o número de casos, o número de ativos não mudou, assim como não mudou o número de óbitos”, explicou.

Conforme o último boletim da Sesab, 68.495 pessoas testaram positivo para a doença no estado. Deste número, 43.072 estão recuperadas, 23.675 seguem infectadas e 1.748 morreram.