Deputada Flordelis passa a ser uma das investigadas por morte de marido pastor

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) se tornou uma das investigadas pela morte do marido e pastor Anderson do Carmo. Segundo o G1, um dos filhos do casal teria dito em depoimento, na quinta-feira (20), que suspeita da participação de mais três irmãs e da mãe no planejamento do crime. De acordo com investigadores, todos os integrantes da família que estavam na residência no dia e horário da morte de Anderson estão sendo investigados.

“Não podemos descartar ninguém que estava próximo da cena do crime. Provavelmente, a motivação do crime é relacionada a uma questão que envolve a família, mas não se sabe de que natureza. Tudo indica que tem relação com as relações familiares, quem convivia com a vítima”, informou a delegada responsável pelo caso Barbara Lomba.

Em meio a apuração do assassinato do pastor, dois suspeitos foram presos acusados na participação do crime. Flávio dos Santos, de 38 anos, teria confessado à polícia que deu seis tiros no padrasto. Ele também informou as autoridades que o irmão Lucas dos Santos, de 18 anos, teria comprado a arma usada no crime.

Em nota, a assessoria da deputada negou que ela está sendo investigada após declaração de um dos filhos: “A deputada federal Flordelis recebeu a intimação para depor como testemunha do caso, e não como investigada, porque não está sendo investigada”.

BN