Datafolha: Rejeição a Bolsonaro chega a 43% e bate recorde; aprovação segue estável

A rejeição ao presidente Jair Bolsonaro cresceu nas últimas semanas em meio à crise do coronavírus. De acordo com pesquisa Datafolha revelada nesta quinta-feira (28), 43% dos brasileiros consideram o governo ruim ou péssimo, o que representa um recorde. O último levantamento do instituto apontava 38% de rejeição.

Por outro lado, a aprovação de Bolsonaro segue estável, com 33%. O número foi o mesmo nas duas últimas aferições da Datafolha. Já os brasileiros que acham o governo regular caíram de 26% para 22%.

Os mais ricos, aqueles que ganham mais de 10 salários mínimos e que vinham representando um polo de apoio, estão entre os que mais rejeitam com 49% de ruim ou péssimo. Porém, o mesmo segmento representa 42% de apoio. Entre os brasileiros com curso superior, 56% desaprovam Bolsonaro, ante 36% daqueles que têm o ensino fundamental.

Entre os 55% que assistiram o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, a rejeição subiu para 53%

A pesquisa foi realizada no início da semana. Foram ouvidos 2.069 adultos, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.